Menu
Quem Somos
Arqueoastronomia
Arte Rupestre
Merchandising
Artigos
Cursos
Atividades
Cartilha
Projetos
Mapa da ilha
Notícias
Contato
Seja nosso Parceiro!

Atividade Especial - 20 de fevereiro de 2008
Eclipse "LUAU" Total

O IMMA organizou um encontro especial que englobava várias atividades numa única noite e no mesmo local. Cerca de 25 pessoas compareceram ao encontro sendo que metade delas participaram da trilha até o Observatório Primitivo do Morro da Galheta. Infelizmente o tempo chuvoso impediu a observação do Eclipse Lunar.

Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Caminhada Arqueoastronômica Especial - Morro da Galheta
Hora: 17:30 (dezessete horas e trinta minutos)
Ponto de encontro: sede do IMMA - Fortaleza da Barra da Lagoa
Contato: Adnir Ramos, celular 9607-2201 ou 3232-7124

Sequência de Eventos:

a) Observação do nascer da Lua Cheia às 18:42

b) Observação da Ocultação de Régulus pela Lua
      Início: 19:33
Fim  : 20:35
Régulus é a estrela mais brilhante (magnitude 1.4) da constelação do Leão. Era uma das "estrelas reais" dos antigos persas. Em latim Régulus significa "pequeno rei". Recomenda-se o uso de binóculos para a observação dos instantes de imersão e emersão da estrela no disco lunar.
Além disso, nas proximidades do par Lua-Régulus está o planeta Saturno, todos na constelação de Leão.

c)  Intervalo para lanche 20:40 - 22:40
     Este é uma das novidades do encontro. Pretendemos organizar uma sessão de lanche com frutas, sucos, etc, aguardando o eclipse lunar em seguida.

d) Observação do Eclipse Total da Lua

     A Lua entrou na sombra da Terra a partir das 22:42.
O início da totalidade foi à meia-noite, sendo o meio do eclipse às 00:25 e terminando a totalidade às 00:51.
Por fim, a Lua saiu da sombra da Terra às 02:08 da manhã.

     - não é preciso proteger os olhos.
- o eclipse é melhor observado por meio de simples binóculos
- dependendo do tipo de sensor, as câmeras digitais permitem detectar o escurecimento na borda leste da Lua cerca de 15 minutos ANTES do início da fase parcial. Também permitem observar este escurecimento na borda oeste 15 minutos APÓS o fim da fase parcial. Trata-se da fase penumbral do eclipse que antecede e prossegue os instantes do eclipse umbral. Recomenda-se o uso de zoom óptico de 3 a 4x da câmera.

d) Nascer da constelação do Escorpião

Quem perdeu a oportunidade de ver o Nascer do Sol no Solstício de Verão no Observatório Primitivo do Morro da Galheta poderá usar a constelação de Escorpião. Nesta época do ano (fevereiro) o Escorpião nasce por volta da meia-noite, justamente o horário em que terá início a fase total do eclipse lunar. A estrela principal do Escorpião é Antares (= Rival de Ares - Marte), que também era uma das "estrelas reais" dos persas. Na cosmografia tupi, as estrelas do que chamamos "escorpião" eram da constelação da Cobra e também faziam parte de outro grande asterismo - a constelação da Ema. Nesta noite os observadores poderão contemplar estas constelações.

e) Nascer do planeta Júpiter - 02:20 da manhã
f) Nascer do planeta Vênus - 03:54 da manhã
g) Nascer do planeta Mercúrio - 04:15 da manhã
h) Nascer do Sol - 06:00 da manhã

Recomendações

Serão instaladas barracas para se proteger do sereno;
Use roupa apropriada para caminhar nas trilhas e para se proteger do frio, se necessário;
Leve itens necessários para acampamentos: pequenas lanternas, repelente de insetos, etc..
NUNCA ACENDA LATERNAS DURANTE A OBSERVAÇÃO DO CÉU. O olho adaptado ao escuro fica muito sensível a uma grande luminosidade. Antes e depois do eclipse a Lua Cheia iluminará o ambiente de tal forma que as lanternas seriam usadas só em situações emergenciais.

Para saber mais sobre este evento, despesas relacionadas com alimentação e retirada de convites, entre em contato conosco.

Voltar